Brazil-Canada Guide

CONVERSA COM O LEITOR

NUNCA É DEMAIS SABER... BRAZIL-CANADA GUIDE  já é por demais conhecido de todos que usam o líder de comunicação, promoção de negócios e informações sobre o Brasil e Canadá.

Como surgiu o GUIA? Para responder a necessidade dos recém- chegados que começavam os negócios, entretanto não havia nenhum veículo de publicidade que desse informação sobre a existência dos mesmos. Até que um pequeno grupo decidiu-se a abraçar o empenho. Acreditem, foi com espirito de colaboração que começamos e vamos caminhando.

Os idealizadores do BCG, por diferentes razões, foram seguindo outros caminhos. Hoje, após 22 anos, nesta edição, permanecemos com o mesmo ideal.

Devemos AGRADECER aos assinantes anuais. Além dos seus resultados positivos, demostram entender que toda comunidade precisa ser promovida, conhecida e coesa. Toda comunidade precisa ter o “seu meio” de comunicação de utilidade aos brasileiros, aos de língua portuguesa e latinas. Até mesmo os canadenses descobriram o que há de bom no comércio brasileiro.

Os resultados positivos publicados pelo Guia Brasileiro são constantes e se devem às melhorias de informações nos respectivos setores, divulgando cada vez mais, em linguagem publicitária, oportunidades e credibilidade junto aos usuários e seus anunciantes.

Graças aos bons resultados ao longo do tempo, o BCG tem consolidado um trabalho positivo através dos esforços em geral, principalmente, anunciantes, colaboradores, e dos que fazem o seu uso.

A presença do seu tipo de negócio e o serviço que a empresa oferece, é fundamental para que haja novas oportunidades.

 

Antonieta e Horácio Silva - Diretores

 

 

 

 

 

 

 

 

CARTA DO CONSULADO

O Consulado-Geral do Brasil em Toronto tem a honra de prefaciar a presente edição do guia “Brazil-Canada Guide”, publicação que presta grandes serviços à comunidade brasileira em Ontário, em particular, e no Canadá inteiro, em geral.

De janeiro até outubro de 2019, ou seja, nos primeiros 9 meses do ano, o Consulado-Geral, através do Setor Comercial e de Investimentos, organizou 23 visitas e encontros entre exportadores brasileiros e importadores canadenses; participou de 15 eventos de estímulo ao comércio Brasil-Canadá, ademais de participar de todos os eventos de divulgação das oportunidades de investimentos no Brasil, realizadas pela Câmara de Comércio Brasil-Canadá de Toronto. Em março de 2019, o Consulado-Geral organizou a participação do Brasil no PDAC “Prospector and Developers Association of Canada”, o maior evento empresarial de mineração do mundo, que se realiza uma vez por ano, em Toronto), oportunidade em que a Delegação brasileira foi chefiada pelo Ministro Bento Albuquerque, de Minas e Energia, com a participação do Senador Chico Rodrigues, Vice-Líder do Governo no Senado Federal.

Em junho de 2019, os cidadãos canadenses foram dispensados de visto para viajarem ao Brasil na qualidade de turistas. Isto diminuiu bastante a demanda no setor de vistos do Consulado. O atendimento a brasileiros, porém, vem aumentando a cada ano, devido ao incremento da imigração. Até 31 de outubro de 2019, o Consulado emitiu 420 Registros de Nascimentos, 94 Registros de Casamento e 17 Registros de Óbito. Processou 188 pedidos de FGTS, fez 524 legalizações escolares, autenticou 824 documentos e emitiu 493 Atestados de Vida e 135 Atestados de Residência.

Fez 1.729 procurações e 22 escrituras públicas. Legalizou 3.659 declarações e reconheceu 133 documentos brasileiros. Redigiu 34 autorizações de viagem de menores de idade e reconheceu 401 assinaturas em diversos outros documentos. Processou, ainda, 128 CPFs.

Foram emitidos, até agora, 4.907 passaportes brasileiros.

Foram concedidos 511 vistos (contra 1.985 em 2018, quando o Brasil ainda exigia visto dos turistas canadenses).
Estes números refletem a contagem até 31 de outubro de 2019. Quando fecharmos o ano, em 31 de dezembro, certamente teremos números ainda expressivos.

O Consulado-Geral tem trabalhado em estreita colaboração com o Conselho de Cidadania, abrindo suas portas para uma série de importantes palestras que o Conselho de Cidadania realiza no Salão de Atendimento do Consulado, após o horário de fechamento do Consulado. O Salão tem capacidade para cerca de 40 pessoas sentadas e, como o Consulado se localiza em prédio central, o acesso é fácil para quem trabalha no centro de Toronto. As palestras são, igualmente, transmitidas em tempo real pela página do ConCid. As palestras do ConCid têm focado, em geral, o empreendedorismo e a empregabilidade dos brasileiros no Canadá e, por outro lado, a educação, a escolaridade e as dinâmicas psicológicas na imigração.

Embora sem recursos financeiros diretos, o Consulado Geral oferece o apoio possível aos músicos brasileiros que visitam Toronto, bem como as cineastas e produtores de cinema brasileiros presentes, no caso, ao TIFF e ao Brazilian Film Festival. O Consulado e o ConCid organizaram palestra sobre as possibilidades de financiamento para a indústria de cinema. Cinco cineastas brasileiros apresentaram seus filmes curta-metragem e diversos alunos de cinema brasileiros estiveram presentes. Por ser Toronto um pólo importante de cinema, porém, com custos mais baixos do que os de Hollywood, o Consulado acredita que aqui pode ser uma excelente plataforma para os jovens diretores e produtores de cinema brasileiro lançarem-se no mercado internacional.

Sob os auspícios da Câmara de Comércio Brasil-Canadá de São Paulo e com o apoio do Consulado-Geral realizou-se, em junho e julho, a exposição “Olhares Cruzados”, na qual um fotógrafo brasileiro fotografou Toronto, enquanto que um canadense fotografou o Rio de Janeiro. O trabalho de ambos foi exposto, lado a lado, no saguão principal do Brookfield Building, em Toronto. Hoje, o acervo está em Winnipeg, aos cuidados do Consulado Honorário do Brasil em Manitoba e do Conselho de Cidadania de Manitoba, ambas instituições apoiadas pelo Consulado-Geral em Toronto, cuja jurisdição se estende às Províncias de Manitoba e Nunavut.

O Consulado-Geral prefere não revelar os números relativos ao atendimento a brasileiros em prisões e tribunais, em respeito à privacidade das pessoas e ao sigilo próprio das investigações criminais, mas pode dizer que não foi um número alto. A comunidade brasileira é ordeira, trabalhadora e cumpridora das leis. Há poucas transgressões, felizmente.

O Consulado-Geral iniciou, em 2019, um serviço de atendimento a pessoas em risco de sofrimento psicológico, através da colaboração de uma profissional brasileira, voluntária, que tem diploma de “Life Coach” válido no Canadá. O Consulado não oferece tratamento psicológico, nem poderia. Oferece, porém, uma oportunidade de desabafo e uma escuta atenta e compassiva, sempre em português do Brasil, a partir das quais a profissional voluntária orienta a pessoa a buscar o tipo de apoio mais adequado, junto aos serviços de saúde do Canadá.

Para finalizar, o Consulado-Geral deseja reiterar a todos os brasileiros que o Consulado não discrimina ninguém e acolhe todos os brasileiros, independentemente de terem ou não a documentação legal canadense. Todos, incluindo os indocumentados, são bem recebidos. O Consulado não denuncia ninguém e procura ajudar sempre, da melhor maneira possível.

O Consulado deseja a cada um dos brasileiros uma boa leitura deste Guia, congratulando-se com seus editores por mais uma edição que sai às ruas, levando informação clara, atualizada e completa aos seus inúmeros leitores.

 

 

Principais Anunciantes